quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Spookies a.k.a Renascidos nas Trevas (1986) - VHS Brasileiro!!

Há quatro anos atrás, postei aqui no blog um breve resumo do filme Spookies de 1986, e na época até escrevi alguma coisa sobre o lançamento desse clássico “trash” esquecido no tempo em VHS, e não é que o mesmo foi lançado aqui em terras tupiniquins pelo selo AB Vídeo. Eis que me deparo no mercado livre com algumas pessoas vendendo a Fita, até por um preço acessível, algo na faixa dos R$ 30,00. Na época pouco material era encontrado na rede para se informar melhor sobre o filme, mas a internet é infalível e o mesmo encontra-se disponível para ser assistido no Youtube, com aquelas legendas amarelas, relembrando os bons e velhos tempos das velhas VHS mofadas.


De quebra, olha a arte do VHS lançado na época!!






sexta-feira, 21 de julho de 2017

2001 - A Space Odyssey x Pink Floyd


Em 1971 a banda Pink Floyd lança o álbum Meddle. Nesse disco temos uma faixa intitulada Echoes, com duração de mais ou menos uns 23 minutos, sendo a faixa o destaque do álbum. Dois anos antes em 1968, Stanley Kubrick realiza o maior filme de ficção-cientifica de todos os tempos, 2001 - Uma Odisséia no Espaço, cuja trilha sonora foi adaptada para a película, com faixas como o Danúbio Azul de Johan Strauss e Assim Falou Zarathrusta de Richard Strauss.

Vamos ao que interessa!!

Imaginem agora se no mesmo ano a banda e o diretor tivessem se reunido para fazer a Trilha sonora do filme, principalmente na cena "Jupiter and the Beyond Infinity" cuja cena é de uma beleza sensorial extraordinária, tanto imagética quanto sonora. Foi pensando nisso que bolaram um "mashup" , juntando os 20 minutos finais do filme com a faixa Echoes do Pink Floyd, confiram abaixo a maravilha que ficou!!!

Bom som!!!


segunda-feira, 17 de julho de 2017

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

The Regular Show e suas referências!!!



Muitas são as referências que o cartoon apresentou ao longo de suas sete temporadas e somando até agora 209 episódios e mais um longa lançado em novembro de 2015 e juntando curtas independentes promovendo assim a série. Suas referências que vão desde aos filmes Mad Max, Guerra nas Estrelas, The Warriors, De Volta para o Futuro, Máquina Mortífera, Evil Dead, Os Suspeitos aquele do Keyzer Soze, Um Morto Muito Louco, Indiana Jones e a Última Cruzada, O Terno de 2 Milhões de Dólares, Os Aventureiros do Bairro Proibido, Miami Vice a série com o Don Johnson e também a da Laura Palmer (Twin Peaks) e mais uma porção de especiarias feitas nos anos 80, tanto em matéria de cinema quanto em matéria de games (Double Dragon, sim vocês leram isso!! O videogame Sega Master System, e o famoso RPG Dungeons and Dragons), músicas (Em um dos episódios toca Mountain com a música Mississipi Queen, I Ran da banda Flock of a Seagulls, Party All the Time do Eddie Murphy) costumes, gírias e até caracterizações exageradas que permearam toda a década até o começo dos anos 90, que é onde a série se situa.
Mas nossa análise em especial vai para um filme dirigido em 1988 pelo mestre John Carpenter, na qual eu tenho um carinho profundo por ele, o filme They Live – ou melhor, Eles Vivem, baseado no conto “Eight O’Clock in the Morning” escrito por Ray Faraday Nelson e publicado em 1963, onde extraterrestres se infiltram no planeta terra e tentam escravizar a raça humana, e que somente através de óculos especiais conseguimos enxergar o verdadeiro plano diabólico para dominar o planeta. Mensagens subliminares escondidas atrás de um consumismo desenfreado da Era Reagan. Obedeça, Case e Reproduza, Durma.... e por ai vai. Quem já viu sabe muito bem a capacidade do filme mostrar a bestialidade do capitalismo em que vivemos e do modo de vida que levamos ocasionado pela crescente globalização.
Em um episódio da Terceira Temporada intitulado “Cool Bikes” ou “Bicicletas Descoladas” nossos queridos personagens principais, Mordecay e Rigby tentam ser os mais descolados do parque, mas caem no erro de ser “cools” ao extremo e vão ser julgados pela galáxia por excesso de “bacanice”. A referência em questão aí, vai nos remeter ao filme citado anteriormente, exatamente faltando 1 minuto e 14 segundos para o final do episódio, em uma cena de fuga onde nossos anti-heróis junto com gerente do parque, Benson, aparecem com as tais bicicletas correndo em direção a um portal tridimensional de teletransporte, semelhante ao que é mostrado no filme do mestre Carpinteiro e em uma cena impagável também idêntica ao filme, na qual Rigby joga uma “bike descolada” em uma antena (Antena que aparece no final do filme e o personagem John Nada a destrói, interrompendo o sinal e acordando todos para a realidade em que estavam vivendo) destruindo-a, ao mesmo tempo em que o local em que eles estavam explodisse,  que é uma estrela da morte bacanuda de óculos escuros.
Enfim, dá para perceber que são situações surreais e inesperadas que permeiam todos os episódios, parece mais que o parque está localizado em baixo de um portal para outros mundos, ou se o parque é um portal para outras dimensões. Vai saber!! 

Obs: a porcaria do Youtube bloqueou o episódio que eu tinha upado, portanto, colocarei apenas imagens. Obrigado Youtube de bosta!!! Porque não bloqueia as porcarias dos vídeos da Anita, do Wesley Safadão e congêneres!!